Ponte entre Lapa e Campo do Tenente apresenta nova reclamação por ‘remendo’

Facebook
WhatsApp
Email
Twitter

Outro questionamento feito para a reportagem do CJ1 é quanto à falta de sinalização para evitar a entrada de dois veículos ao mesmo tempo, numa passagem estreita que apenas comporta um. No caso, nesta sexta-feira (04/08) dois caminhões se encontraram no meio da ponte. Quando ao remendo, o Departamento de Estradas e Rodagens do Paraná (DER/PR) informou se tratar de uma peça de teste.

Veja o vídeo:

Assim que liberada, a menos de um mês, a ponte sobre o Rio da Várzea, na PR-427, entre a Lapa e Campo do Tenente, apresentou o rompimento de um gradil, justificado pelo DER como dano causado pelo transporte da peça. O fato novo foi o flagrante de um remendo na estrutura que custou quase 4 milhões de reais. Segundo o departamento, é “um teste quanto à utilização de uma chapa perfurada sobre o gradil metálico da ponte.”

A placa, conforme o DER, é “mais resistente que a tela metálica ao desgaste causado pelo tráfego de veículos, solução ainda sendo avaliada”. Também, sobre dois caminhões entrarem ao mesmo tempo, a informação é de que a ponte vai receber sinalização definitiva. Enquanto, a orientação é aos usuários “quanto à possibilidade de passagem de um veículo único por vez”.

“Lembrando que a ponte iniciou operação rodoviária há mais de 50 anos, e tem sido utilizado deste modo desde então”, justificou o DER. Sobre entrar dois veículos pesados ao mesmo tempo, a ponte suportou trem carregado, o que garante a segurança estrutural. “E o novo gradil metálico segue a norma estrutural vigente para pontes rodoviárias”, de acordo com o departamento.

Da redação com imagens recebidos via WhatsApp e informações do DER/PR.