Ex-assessor de Bolsonaro, Filipe Martins, é preso pela PF

Facebook
WhatsApp
Email
Twitter

Os agentes da PF estão cumprindo um total de 33 mandados de busca e apreensão, 4 mandados de prisão preventiva e 48 medidas cautelares.

A Polícia Federal realizou a prisão de pelo menos dois ex-assessores de Jair Bolsonaro (PL) durante seu mandato como presidente da República.

Filipe Martins, ex-assessor para Assuntos Internacionais da Presidência, foi um dos detidos em Ponta Grossa (PR).

O coronel Marcelo Câmara, ex-ajudante de ordens de Bolsonaro e atual segurança do ex-presidente contratado pelo PL, foi o outro ex-assessor preso, localizado em Brasília.

As detenções fazem parte da Operação Tempus Veritatis, que investiga uma suposta organização envolvida na suposta tentativa de golpe de Estado.

Os agentes da PF estão cumprindo um total de 33 mandados de busca e apreensão, 4 mandados de prisão preventiva e 48 medidas cautelares. Estas últimas incluem restrições como a proibição de contato com outros investigados, a proibição de deixar o país com entrega dos passaportes em 24 horas e a suspensão do exercício de funções públicas.

Em nota, a corporação afirmou que a “organização criminosa que atuou na tentativa de golpe de Estado e abolição do Estado Democrático de Direito, para obter vantagem de natureza política com a manutenção do então presidente da República no poder”.

As buscas estão sendo realizadas em diversos estados, incluindo Amazonas, Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Ceará, Espírito Santo, Paraná, Goiás e no Distrito Federal. Todas as medidas judiciais foram expedidas pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Fonte: JornalBSM.

O quarto compromisso

O quarto compromisso Dê sempre o melhor de si.   Dê o melhor de si em todas as ações de sua vida, independente do que