Inovação e experiências: palestra coloca capital e RMC na rota do turismo nacional

Facebook
WhatsApp
Email
Twitter

“Curitiba, Região Metropolitana e Curta Distância. Uma Proposta de Turismo Sustentável,” é tema de Márcio Assad em palestra por meio da Escola de Turismo de Curitiba no dia 20 de setembro, próxima quarta-feira. O evento é às 14h30, com vagas esgotadas e uma longa lista de espera, apontando para interesse de pessoas do setor na temática.

A palestra tem o objetivo de qualificar, capacitar, com foco em inovação e novas tendências, visando atender o trade turístico, a comunidade da capital e Região Metropolitana de Curitiba (RMC). “Para despertar melhores práticas e compartilhamentos de experiências locais, nacionais e internacionais”, reforça a divulgação oficial do evento.

O empresário da área de hospitalidade e gestor público Márcio Anis Mattar Assad apresenta essa proposta ambiciosa e inovadora para “transformar Curitiba e sua Região Metropolitana em um destino turístico de relevância nacional. Além do viajante de outros locais, o objetivo é de criar um fluxo interno de visitantes entre cidades que estão a até 150 quilômetro da capital.

Para compartilhar a experiência de vida, a jornada do palestrante começou aos 18 anos na histórica cidade da Lapa. Assad se destacou como pioneiro no turismo ferroviário brasileiro, propondo a regionalização do setor e implementando visitação em áreas rurais. Sua visão empreendedora e paixão pelo turismo moldaram seu percurso, resultando em uma carreira exemplar.

Márcio Assad acredita que o turismo pode ser um agente transformador para a região e é possível criar um efeito multiplicador, onde o desenvolvimento turístico beneficia não apenas Curitiba, mas também os municípios próximos. Enfatizando o fortalecimento de Curitiba “como um destino receptivo e aumentar sua atratividade por meio da colaboração com outras cidades.”

A ideia é de uma integração regional abrangente. Numa série de elementos interdependentes, incluindo infraestrutura, serviços, atrativos turísticos e equipamentos. A colaboração entre as cidades envolvidas é fundamental para criar uma experiência turística completa e sustentável, nessa visão.

Os municípios da região metropolitana de Curitiba estão na lista de locais que podem ser impactados positivamente por essa proposta. A ideia abrange parte do litoral e Campos Gerais, onde existem cidades com vocação ao turismo, combinadas com os atrativos da capital, “podem atrair um público diversificado e criar um circuito de visitação”, explica Assad.

Serviço: Palestra – Curitiba Região Metropolitana e Curta Distância. Escola de Turismo de Curitiba. Dia 20 de setembro, inicio 14h30. Local: IEMAPP – Instituto Elias Mattar Assad de Práticas Profissionais.

Maiores informações: (41) 99986-1011.

Da redação com imagem, divulgação do evento.